terça-feira, 24 de julho de 2018

PESSOAS INCRÍVEIS: A GUERREIRA TEREZA DE BENGUELA























Tereza de Benguela, líder quilombola que viveu no Mato Grosso no século 18, era integrante do Quilombo do Quariterê. Casada com o chefe quilombola José Piolho, Tereza assumiu a liderança do Quilombo após seu marido ser morto por soldados em uma das investidas do sistema contra a comunidade. Durante 20 anos ela deu equilíbrio ao Quilombo.

No local havia Parlamento, Conselho para a Rainha, agricultura de algodão, fabricação de tecidos para comercialização, entre outras atividades organizadas, além de forte sistema de defesa contra os soldados do sistema. Quando os negros fugiam das senzalas, chegavam ao Quilombo com amarras e correntes. Todo o ferro era retirado e transformado em instrumentos de trabalho através da forja.

Em 1770, tropas lideradas por Luis Pinto de Souza Coutinho invadiram o lugar, na época com 79 negros e 30 índios. Tereza foi morta, degolada e sua cabeça pendurada num poste no centro do Quilombo. Em 1777, Quariterê era reerguido. Mas em 1795 foi invadido novamente e extinto. 

25 de julho é o Dia nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra.




Nenhum comentário: