TRADUZINDO

WebRádio Cultura Viva

sábado, 11 de outubro de 2014

QUANTOS BRASIS?























Não há porque nem como esconder um país manchado pelo tumor maligno do preconceito. Não adianta jogar no canto da prateleira, algo que não deve ser resolvido desta forma.

O país está, como sempre esteve, rotulado. Estereotipado. E em momentos onde os nervos ficam à flor da pele, como é o caso do período eleitoral, as pessoas mostram exatamente quem são. Não se enganem! Não foi um momento de fúria ou revolta. Estes momentos não transformam pessoas. Eles expõem o caráter das pessoas.

Então, os rótulos seguem. Comoo Brasil sempre foi: Dividido, tatuado, marcado...

O Brasil!
Onde os negros fedem e são marginais.
Onde a negra é para o sexo e para o funk.
Onde os nordestinos são burros e maltrapilhos.
Onde o gay é promíscuo.
Onde a loira é fútil...

Onde o único impacto de se ter descamisados e sem-teto nas calçadas das grandes cidades, é o fato da cidade ficar FEIA. Porque turista não pode ver isso.

Onde os vários sotaques, que deveriam ser símbolo da nossa essência e diversidade, são colocados como eixo central do preconceito.

O país não é continental apenas pelo seu tamanho territorial. É dividido pela estupidez dos rótulos.

E ainda por cima, há um “sentimento” de que as vítimas devem se manter em silêncio. Porque se elas levantarem a voz, são vistas como chatas e radicais. Tudo precisa continuar assim. Pra quê reagir? Tava tudo indo tão bem antes dos questionadores... Há quem pense assim.

Um paradoxo. Paradoxo no país que sempre foi dividido.

Um país onde a mídia que repudia o preconceito com reportagens esporádicas, é a mesma que o estimula em sua programação diária.

Um país onde a comunidade negra, tem, em mesmo peso percentual, medo de bandido e da polícia.

Um país onde preconceito virou intolerância. Onde nos dividimos entre intolerantes e/ou pessoas que, no máximo, se toleram. Pessoas que se dividem a cada minuto...


E fica a pergunta: Quantos Brasis existem?



André Agostinho / DIRETOdosMANGUEZAIS

Rádio - Clique AQUI
Youtube - Clique AQUI


Nenhum comentário: