TRADUZINDO

WebRádio Cultura Viva

sábado, 31 de março de 2012

MEUS APLAUSOS...


















A alma gritando! Pedindo socorro naquele buraco onde jogaram os restos mortais de um torturado.
Um mundo de medo, imposições e maldades, vistos num país gigante,
E que chorava numa estrada vergonhosa em seu rumo tão turbulento.
Um momento que não poderá ser esquecido.
Que as gerações sigam “ouvindo falar” daquele mal.
Porque assim, o mal não ousará voltar.

A maior riqueza de um povo é a sua liberdade.

E aqui, grito em plenos pulmões, meus agradecimentos aos guerreiros e às guerreiras, que lutaram pela riqueza.
Por causa deles e delas, minha caneta desliza sem veto.
MUITO OBRIGADO!!!
Aos que lutaram, foram presos, torturados, agredidos de todas as formas...
Uns que conseguiram chegar aos dias de hoje pra contar a história.
Outros que estão imortalizados pela luta.

A maior riqueza de um povo é a sua liberdade.

As amarras já não cabem... O pau-de-arara... O choque Elétrico...
O espancamento...
As torturas psicológicas...
Toda essa atrocidade já não cabe. Nunca coube.
Nunca deveria ter sido praticada.
A dor não pode imperar.
E nós não podemos achar que essa página pode ser virada. Ainda não.
Não, enquanto nada for feito em relação aos donos do ódio.

A maior riqueza de um povo é a sua liberdade.

Os livros de história precisam enriquecer suas páginas, com os passos de Diógenes Arruda...
Como legado de Gregório Bezerra...
Vamos falar de Ranúsia, Eduardo Collier, Padre Henrique,
Fernando Santa Cruz ...
Não podemos esquecer de Abelardo da Hora, Geraldo Azevedo, Anatailde de Paula Crespo.
Pessoas que foram torturadas pelos donos do ódio.

A maior riqueza de um povo é a sua liberdade.

Eles perseguiram pessoas como Josué de Castro... Paulo Freire...
Dom Hélder...
Eles foram patrocinados pelos donos do mundo...
Ou melhor: Pelos carrascos do mundo.
Maltrataram nosso chão...
Se os porões falassem, seriam testemunhas-chave,
e a dor poderia ser menor...
Pois muitos mistérios viriam à tona...

A maior riqueza de um povo é a sua liberdade.

Quero aplaudir os desaparecidos. REPITO!!! Os que foram presos... Torturados...
Agredidos e agredidas de todas as formas...
Os que tiveram suas vidas interrompidas...
Os que tiveram de ver seus filhos recém-nascidos levando choque,
Por pressão psicológica.
Mães que passaram a vida tentando encontrar, pelo menos,
os restos do seu filho, a fim de darem a ele, um enterro digno.
Mulheres que foram estupradas por um, dois, três, Quatro...
Vários torturadores...

Quero aplaudir vocês.
Heróis e heroínas de fato, de uma nação.
Que lutaram por uma geração e pelas gerações seguintes.
Quero aplaudir e agradecer.
Que o país siga girando em plena democracia...
Para que cada suor, sangue, dor, morte e sofrimento dos guerreiros e das guerreiras contra os donos do ódio, sigam valendo a pena.
Recebam meus aplausos, minha gratidão e minhas homenagens.
Vocês nos deram nossa maior riqueza.

Porque a maior riqueza de um povo é a sua liberdade. 

Nenhum comentário: