TRADUZINDO

WebRádio Cultura Viva

terça-feira, 15 de maio de 2007

Estatísticas de violência contra a mulher

Sem comentários... Os dados abaixo são devastadores. Não podemos chegar ao ponto de achar que isso é normal.

- resultados indicam que entre 10% e 50% das mulheres relatam terem sofrido abusos físicos por um parceiro íntimo alguma vez em suas vidas.

- Estudos da população relatam que entre 12 e 25% das mulheres sofreu ataques ou foi violentada sexualmente por seus parceiros ou ex-parceiros em alguma ocasião em suas vidas.

- Os crimes de violência contra a mulher são quase exclusivamente cometidos por homens;

- O maior risco para as mulheres parte de homens que elas conhecem;

- Mulheres e crianças são mais freqüentemente vítimas de violência dentro da própria família e entre seus parceiros íntimos.

- Abuso físico nas relações íntimas é quase sempre acompanhado por severos danos psicológicos e verbais;

- Instituições sociais se dispõe a proteger cidadãos freqüentemente culpados ou ignoram mulheres atacadas.

Mais uma vez o ANTENADO passa informações sobre a Lei de violência doméstica e familiar contra a mulher.

Você também pode navegar nas informações da Lei Maria da Penha

Em qualquer lugar do Brasil, você pode denunciar tal covardia pelo telefone 180. É grátis, recebe ligações de celular e se a pessoa preferir, não precisa se identificar.

A nível de Pernambuco, segue baixo alguns outros locais onde podemos denunciar:

Delegacia da Mulher
Endereço: Rua Francisco Jacinto, nº 195, Santo Amaro. Telefone: 3222 2622

Plantão da Mulher
Endereço: Rua Frei Cassimiro, Nº 261, Santo Amaro. Telefone: 3303 5444

2ª Delegacia da Mulher
Endereço: Rua 02, nº 29, Cajueiro Seco. Jaboatão dos Guararapes Telefone: 3476 13763ª

Delegacia da Mulher
Endereço: Rua Antônio Santana Filho, 670, Centro. Petrolina Telefone: 3862 0028 e 3862 0200

5ª Delegacia da Mulher
Endereço: Avenida José Rodrigues de Jesus, 204, Indianópolis. Caruaru Telefone: 3723 1012

atendimento telefônico a mulheres em situação de violência
Recife - 3421-9595 / ddenunciape@uol.com.br

Nenhum comentário: