TRADUZINDO

WebRádio Cultura Viva

sexta-feira, 20 de abril de 2007

Paulo Freire


Entre as boas referências da nossa história, está o imortal Paulo Freire. Imortal, pela sua obra. Pela semente plantada por ele. Eis um pequeno resumo de sua história:



Um revolucionário da educação

Paulo Reglus Neves Freire nasceu no Recife, no dia 19 de setembro de 1921. Estudou no colégio Oswaldo Cruz, onde foi também professor. Apesar de formado em direito, sempre se dedicou à educação. Seu revolucionário método de alfabetização obteve resultado incrível, quando, em 1962, em Angicos (RN), conseguiu alfabetizar 300 trabalhadores rurais em apenas 45 dias. Homem de formação católica, mas consciente dos problemas que assolam o Nordeste, usou a educação como arma para que o povo pudesse ter conhecimentos de conscientização. Durante o regime militar, Paulo Freire ficou exilado no Chile e depois na Suíça. Seu livro mais conhecido é Pedagogia do oprimido. Trabalhou na UNESCO e fez diversas conferências pela Europa. Em sua vida profissional, também lecionou na universidade de Harvard. Recebeu da UNESCO, o prêmio EDUCAÇÃO PARA A PAZ. Em 1989 foi secretário de educação da prefeitura de São Paulo. Foi um dos fundadores do partido dos trabalhadores (PT). Foi (e é) uma referência da educação na América Latina. Paulo Freire faleceu em São Paulo, no dia 2 de maio de 1997.

*Paulo Freire sempre foi marxista convicto, no entanto, ao contrário dos radicais, ele não se sentia constrangido em lanchar no Mc Donalds, ou tomar coca-cola, ou ir à missa regularmente. Possuía suas idéias de forma coerente, e o mais importante: Praticava suas idéias. Um exemplo que não podemos deixar apagar da memória. Uma ação que devemos seguir.


Nenhum comentário: